Mídia da capa

30/09/2021    184 visualizações

PCMG promove reencontro de irmãos separados há mais de 50 anos

Encontro de Família é uma ação social realizada pela Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) promoveu o encontro de Margarida Alves Pereira Gomes, de 74 anos, com o irmão Geraldo Alves Pereira. A solicitação do Encontro de Família foi realizada pela representante e filha de Margarida, Simone Gomes dos Santos.

Simone Gomes dos Santos compareceu à Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida (DRPD), com o objetivo de localizar qualquer familiar da sua mãe. De acordo com o relato, Margarida veio para Belo Horizonte aos 23 anos, não tendo tido qualquer contato com os irmãos desde então.

Durante procedimento na DRPD, a solicitante informou que a mãe, Margarida, recentemente tratava um câncer e desejava buscar notícias de algum irmão. Simone relatou ainda que Margarida não teria qualquer informação relativa aos parentes. Somente sabia que todos são irmãos bilaterais e nasceram em uma fazenda localizada em Córrego Comprido.

Como a solicitante não possuía o nome do seu pai em seu registro, as únicas informações precisas existentes se referiam ao nome da genitora de Margarida, Benedita Alves Ferreira, e à sua naturalidade, Padre Paraíso (MG). Assim, a DRPD selecionou todos os indivíduos, nascidos de Benedita Alves Ferreira, em data próxima a 1947, em Padre Paraíso. Havia alguns indivíduos com naturalidade em Itaobim (MG), que também foram incluídos na pesquisa.

Após pesquisas nos sistemas da PCMG e também na rede de saúde, foi possível a interlocução da equipe de investigação com Geraldo Alves Pereira, tendo-se, então, a confirmação de que se tratava do irmão de Margarida.

Com a confirmação, foi realizado, então, o reencontro de Margarida com o irmão Geraldo, após mais de 50 anos sem contato. Os irmãos se encontraram em Campinas (SP), onde atualmente Geraldo reside, Participaram da ação a Investigadora Maíla Mello Campolina Pontes, o Investigador Júlio Cesar de Souza e a Assistente Social Marluci Zucherato.

“O Encontro de Família é um trabalho por intermédio do qual nós conseguimos modificar a história das pessoas, restaurando uma relação que o tempo e a distância haviam interrompido. O reencontro com aquele que se ama proporciona a pacificação de um indivíduo com a própria história, bem como descortina um horizonte de afetividade que se lhe afigurava alheio. A transformação positiva de cada universo particular é que faz com que estejamos, a cada dia, mais próximos de um mundo, realmente, melhor”, afirma a investigadora Maíla.

Sobre o Encontro de Família

O Encontro de família é um trabalho social por meio do qual a DRPD oferece suporte às famílias que, por diferentes motivos, perderam contato com seus entes queridos. O familiar que deseja reencontrar uma pessoa deve procurar a DRPD presencialmente e solicitar o Encontro de Família. Importante destacar que a situação do ausente, neste caso, não configura desaparecimento.

“Esse trabalho feito pela PCMG contribui para a criação e/ou restabelecimento de laços familiares e afetivos, trazendo grande satisfação para os envolvidos. Também é importante para a própria instituição, já que a sociedade passa a nos enxergar de forma mais humanizada”, afirma a Delegada Bianca Landau.